segunda-feira, 9 de maio de 2011

O "país" São Paulo seria mais pobre do que o estado de São Paulo

Uma discussão boba que surge de vez em quando é aquela sobre a ridícula idéia separatista de alguns estados Brasileiros, entre eles, São Paulo. Trata-se de uma visão estapafúrdia de alguns saudosistas da República Velha e da Revolução de 32.

Tais saudosistas acreditam que São Paulo independente seria um país mais rico que o resto do Brasil. Segundo eles, o dinheiro está aqui (São Paulo) e, por conta do governo nacional, é dividido com os demais estados, empobrecendo os paulistas. Nada mais falso.

Apenas para fazer um exercício histórico, voltemos à Revolução de 32. Ainda que não fosse um evento separatista, imaginemos que seu resultado fosse a separação de São Paulo. Na época, a industrialização deste estado era insipiente e não sustentável. Além disso, as elites paulistas eram compostas por latifundiários exportadoras de café que tinham uma visão econômica antiindustrialista, uma vez que eram totalmente contrários às medidas protecionistas que Vargas aplicou e resultou no desenvolvimento da indústria Brasileira (localizada em São Paulo). Se o Estado de São Paulo se tornasse independente em 1932, seguiria uma política econômica e social igual a da República Velha e resultaria em um país parecido com o Uruguai.

Quando se fala que em São Paulo “está a grana”, é importante lembrar de onde veio tal grana. O parque industrial paulista vende para todo o mercado consumidor Brasileiro, uma vez que, por fazer parte do mesmo país, seus produtos não sofrem taxas alfandegárias. Sem tal mercado consumidor (Brasil), a industria paulista seria infinitamente menor, uma vez que só buscaria atender ao mercado interno. Apenas com o aquecimento gerado pelo mercado interno nacional (de todo o Brasil) é que a industria consegue força suficiente para exportar. Sem o mercado Brasileiro, São Paulo não teria força.

Além disso, é importante lembrar que as indústrias que aqui estão não são exatamente daqui. Quando uma montadora automobilística estrangeira se instala em São Paulo, ela não visa vender para os paulistas, mas vender para o Brasil. Se São Paulo não fizesse parte do Brasil, existiriam taxas alfandegárias para a exportação de bens paulistas para o Brasil, ou seja, as montadoras optariam por se instalar em outros estados Brasileiros.

Isso tudo sem se falar nas facilidades que São Paulo tem, como estado-membro do Brasil, para os produtos de matéria prima de outros estados. Produtos agrícolas, gado, minérios e demais produtos primários usados pela industria paulistas seriam vendidos prioritariamente para o resto da industria Brasileira, ou seja, o “país” São Paulo teria de importar tais produtos com preços muito maiores do que hoje tem acesso.

A visão de que São Paulo seria melhor sem o Brasil não é ancorada na realidade. Trata-se de uma visão saudosista de um tempo que sequer existiu.

**********
De São Paulo-SP.

41 comentários:

  1. "Trata-se de uma visão saudosista de um tempo que sequer existiu." - eis aí o espírito do fascismo.

    ResponderExcluir
  2. E se São Paulo se separasse hoje?Seria um país mais desenvolvido do que todo o resto do Brasil?

    ResponderExcluir
  3. esses paulistanos são um bando de besta se separarem do brasil irão manter suas fabricas com que materia prima? Bando de Bestas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem diz que não podemos manter boas relações com os vizinhos? e há jazidas de ferro no Vale do Paraíba mal exploradas e parte do pré-sal em território maritimo paulista

      Excluir
    2. Pois é, importar, tods ganham. sem brasilia para roubar.

      Excluir
    3. É tão ignorante que não sabe a diferença entre Paulistas e Paulistanos! São Paulo é o meu PAÍS! AMO-TE PÁTRIA MINHA!!!

      Excluir
    4. É tão ignorante que não sabe a diferença entre Paulistas e Paulistanos! São Paulo é o meu PAÍS! AMO-TE PÁTRIA MINHA!!!

      Excluir
  4. No meu ponto de vista, um estado faz isso o outro aquilo e todos juntos fazem a economia Brasileira girar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não estamos em uma utopia para que isso ocorra

      Excluir
  5. Um babaca viajando em achismos, temendo perder Bolsa-Familia.

    ResponderExcluir
  6. São Paulo seria sim um país rico se separasse. Assim como o sul do Brasil. Quem sabe desse modo o nordeste deixasse de eleger oligarcas atrasados que dominam a política nordestina há décadas e que colocam o povo nordestino injustamente nas últimas colocações de qualidade de vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. parabéns, poupou minhas palavras.
      é fácil criticar uma ideia do que não existiu, por conta de pessoas como as que agora criticam.

      Excluir
    2. "Se São Paulo não fizesse parte do Brasil, existiriam taxas alfandegárias para a exportação de bens paulistas para o Brasil..."

      Pelo contrário... Todos os outros estados iriam depender dos recursos que hoje são produzidos em São Paulo e com isto aumentaria a demanda por emprego gerando mais renda, além do quê quase todas as multinacionais do mundo possuem escritórios em São Paulo, logo, iriamos também exportar nossos produtos para outros países.

      Com a redução da carga tributária que pagamos ao governo federal poderemos arcar com as taxas alfandegárias sem prejuízo algum.

      O maior risco para o Brasil é São Paulo se dividir, e com isso, monopolizar a maior parcela produtiva e financeira que hoje sustenta o país.

      Excluir
    3. "Se o nordeste deixasse de eleger oligarcas atrasados"... Curioso é que os mesmos paulistas que dizem uma asneira dessas também votam em oligarcas atrasados e sempre nos mesmos... o máximo que mudam é a fórmula do marketing, vide o atual prefeito de São Paulo.

      Excluir
  7. O papo furado de sempre neste pseudo-blog.

    Leia:
    Como funciona o mercado:
    http://acoesporsaopaulo.blogspot.com.br/#mercado

    Sem o Br, São Paulo ingressa no 1o mundo, sem carregar esse caminhão de lixo nas nossas costas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acha então que São Paulo continuaria transportando para o restante do Brasil sem taxa alfandegária??? Você acha então que as matérias primas proveniente do centro oeste, do nordeste, viria tranquilamente para São Paulo sem ser por importação??? Você desconhece o funcionamento do mercado querida

      Excluir
    2. Tadinha... Tão limitadinha...

      Excluir
  8. Acho legal fazer um efeito de comparação de cada estado separado como se fossem um país; mas a ideia de dividir o Brasil, de fato é uma grande burrice.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, não é uma ideia idiota essa união é forçada por um espirito de brasilidade que é o carnaval e samba que são a "cultura brasileira" mas me diz aí por acaso um gaúcho se identifica com isso? ou um paulista interiorano? ou até mesmo um nordestino cabra macho? quando isso acabar pode ter certeza esse país não tera mais o por que de continuar "unido"

      Excluir
    2. Esses pseudo-paulistas são tão limitados que acham que o país é unido pelo samba, o carnaval e o futebol...

      Excluir
  9. Seu post carece de dados. Vou mencionar alguns aqui: em 2013 foram recolhidos R$ 456 Bi de impostos federais no estado de SP. Deste total, apenas R$ 29 Bi foram repassados aos estado de SP, ou seja apenas 6,35% dos impostos federais arrecadados no estado. A diferenca (456-29) de R$ 437 Bi eh 37,5 % de todos os tributos federais arrecadados no Brasil em 2013 (um total de 1,138 Tri). Quem depende de quem afinal? Segundo ponto: sem esta carga tributaria escorchante do governo federal obeso (que financia estados deficitarios no norte e nordeste, patrocinando dentre outras coisas a lagosta da Roseana Sarney), o Pais SP teria carga tributaria menor, alavancando ainda mais industria e comercio - e nao se enganem, comercio pode ser feito com outras nacoes, como por exemplo o proprio Brasil - afinal nem todo pais eh fechado para o comercio exterior. SP seria a Cingapura da america do sul.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulista de merda ! quem faz são paulo funcionar somos nos NORDESTINOS.... além desse estado não prestar e ser pobre poruqe o nordeste é mais belo e prosperos

      Excluir
    2. Os nordestinos ajudaram a construir essa terra não há como negar, por isso os movimentos separatistas e eu concordam em uma coisa aqueles nordestinos que trabalham, amam e agradecem a terra que vos acolheu são paulistas natos, coisa que vc não é anônimo.

      Excluir
    3. Mesmo que sua ideia esteja certa... Sabe como será São Paulo? Será uma cópia do Brasil: 1% das elites paulistas ricas escravizando 99% dos paulistas pobres. E, aplicando nos paulistas pobres, os mesmos impostos que "Brasília" aplica em vocês.
      O QUE VOCÊS REALMENTE QUEREM É TER SEUS PRÓPRIOS ESCRAVOS.
      Para você pensar assim, certamente você faz parte do 1% (ricos) que quer ter seu próprio escravo para chicotear com imposto paulista.

      Excluir
  10. Que post mais superficial. Seu argumento é dizer o que aconteceria se SP se separasse em 32, mas a não ser que você tenha inventado uma máquina do tempo, SP iria se separar HOJE, nas condições de HOJE.

    O seu segundo argumento nem sequer merece crédito. Você precisa se informar para saber que SP consome sozinho 30% dos carros do país. Além disso, com o excedente de tributos que seriam gerados (já que não precisaria carregar o lixo Brasil nas costas), poderia reduzir bastante a carga tributária e inundar o Brasil de carros baratos! Ou vender mais para outros países.

    Isso sem falar do terceiro argumento. SP poderia acabar com todas as taxas de importação de matéria prima do Brasil. Afinal, certamente inundaria o Brasil de produtos com muito maior valor agregado.

    Sinceramente, quanto mais vejo os defensores do Brasil usando argumentos superficiais, mais me convenço que essa grande pátria chamada São Paulo precisa realmente se separar e deixar o Brasil aprender a se sustentar sozinho e viver do que produz e não do que os outros produzem! Aqueles estados inúteis do Norte e Nordeste (ainda se salva Bahia e quem sabe Pernambuco) seriam os primeiros a falir, hahahaha. Parasita sem hospedeiro não sobrevive!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VAMOS VER QUEM SUSTENTA QUEM ,ACESSANDO:

      http://nordeste-desenvolvido.blogspot.com.br

      Veja que São Paulo parasita o Brasil porque é um eterno deficitário na balança comercial externa - traduzindo: São Paulo não tem dólares para fazer importações, imagine como país, estaria pedindo dinheiro ao FMI.

      São Paulo é um ETERNO deficitário na Balança Comercial Externa

      GOOGLE: Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no ano de 2014 de Janeiro a Novembro

      Fonte: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=13557

      Excluir
    2. Vamos separar mano! E o sonho, e me arriscaria a viver com o que sou capas de produzir.
      São 450 bi espoliados de sao paulo, e volta só 30, o resto fica com brasilia, e vc acha que o nordeste é que produz,.
      Seu blog em cara de ranço xenofobico e não intenção de livrar-se do peso morto de brasilia. Se alguem nos rouba é brasilia.

      Excluir
    3. É impressionante a estupidez humana, mesmo hoje se São Paulo se separar do restante do Brasil você seriam os primeiros a perder, não teriam uma moeda forte, não contariam com cento e sessenta milhões de pessoas(Brasil) e não fariam parte do mercosul em outras palavras sem exportação para os países do bloco . Eu realmente queria que se separasse, só para ver o desespero quando as empresas começassem a demitir funcionários e ir a falência por falta de comprador. Gostaria de ver essa super produção produzir para quarenta milhões de pessoas seria ótimo ver esse sorriso de superioridade acabar.

      Excluir
  11. seja a matéria, fala por si.
    http://exame.abril.com.br/economia/noticias/se-fosse-um-pais-sao-paulo-teria-36o-pib

    ResponderExcluir
  12. Facismo é um país querer obrigar um estado a pertencer a ele somente para pagar impostos e receber migrantes pobres.

    Esse tipo de matéria é feita por gente que morre de medo de isso acontecer e tenta desencorajar a idéia, mas o número de separatistas paulistas só cresce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pura verdade!! e um dia este sonho se tornara realidade pode não ser hj ou amanhã pode demorar 50 ou 100 anos mas um dia acontecera!

      Excluir
  13. São Paulo é, de fato, o estado que mais contribui em impostos para a União. Em 2008, por exemplo, pagou R$ 207 bilhões e recebeu só R$ 9 bilhões do governo federal para gastar. Uma diferença de R$ 197 bilhões. O medo é tão grande de perder os benefícios que grande parte deles são pagos com dinheiro Paulista inclusive seu bolsa família senhor nordestino que se mantém anônimo talvez seja para ficar menos feio quando o senhor vir se nacionalizar Paulista; eu adoraria que nosso dinheiro de merda fosse devolvido, mas creio que isso não será possível, e insisto em te lembra que estamos falando do dinheiro para melhorar nossas escolas, hospitais, aeroportos etc. E não de paisagens, sei que o Nordeste lindo mas a nível de informação... em São Paulo isso temos de sobra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conheça o Nordeste rico e desconhecido: http://nordeste-desenvolvido.blogspot.com.br/

      SÃO PAULO É UM ETERNO DEFICITÁRIO NA BALANÇA COMERCIAL EXTERNA

      GOOGLE: Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no ano de 2014 de Janeiro a Novembro

      Fonte: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=13557



      O Brasil tem 379 bilhões de dólares de reservas e nem 1 dólar foi contribuído por São Paulo, porque é deficitário na Balança comercial externa, depende do Nordeste e do mercado interno brasileiro para manter a sua indústria funcionando.

      COMO? São Paulo importa US$ 83 bilhões de dólares e exporta US$ 51 bi de dólares, tendo um déficit no comércio exterior de US$ 32 bilhões de dólares, SEMPRE.

      COMO PAGA AS COMPRAS DO EXTERIOR SE NÃO EXPORTA O SUFICIENTE PARA OBTER OS DÓLARES?

      R: vende para o Nordeste e no mercado interno brasileiro, obtém real, vai ao Banco Central, troca por dólares e paga as importações.
      Sua economia depende do Nordeste e do mercado interno do Brasil, porque não produz dólares suficiente para funcionar.

      Isso decorre por causa do neo-coronelismo que impera em São Paulo, onde um partido político (PSDB) está no poder há 24 anos e é dominado pelas oligarquias políticas.



      Se SP fosse um país estaria pedindo dinheiro ao FMI, porque é deficitário na balança comercial externa


      Alguém acha que o povo nordestino votou pelo Bolsa família, ou foi por causa da instalação de:

      1) NOVOS estaleiros em Pernambuco/Bahia/demais Estados do NE
      2) NOVAS siderúrgicas
      3) NOVAS refinarias
      4) NOVO pólo farmacoquímico
      5) NOVO pólo petroquímico
      6) NOVA planta da FIAT
      7) NOVO pólo de software
      8) NOVO pólo cervejeiro
      9) NOVA PLANTA da JAC Motors
      10) NOVA planta da Shinerai (motos)
      11) NOVA planta da Miza (motos)
      12) NOVO pólo de fabricação de equipamentos de energia eólica
      13) NOVOS parques para produção de energia eólica
      14) NOVOS estádios
      15) NOVOS metrôs
      16) NOVAS duplicações das rodovias
      17) NOVOS portos
      18) NOVOS aeroportos
      19) Nova ferrovia Transnordestina
      20) NOVA ferrovia Leste-Oeste
      21) NOVA transposição do rio S. Francisco
      22) NOVAS usinas térmicas,
      23) NOVAS UNIVERSIDADES
      24) NOVAS ESCOLAS TÉCNICAS
      25) NOVOS pólos irrigados
      26) NOVO Luz para Todos
      27) NOVO Programa Água para Todos
      28) NOVA Minha Casa Minha Vida...e centenas de indústrias instaladas


      Excluir
  14. São Paulo é um ETERNO deficitário na Balança Comercial externa E DEPENDE DO NORDESTE E DO BRASIL


    GOOGLE: Balança Comercial dos Agronegócios Paulistas e Brasileiros no ano de 2014 de Janeiro a Novembro

    Fonte: http://www.iea.sp.gov.br/out/TerTexto.php?codTexto=13557

    ResponderExcluir
  15. Analisando a situação de maneira superficial, checando o PIB (Produto Interno Bruto), dá para dizer que São Paulo não seria tão desenvolvido quanto o Brasil ou outros países da América do Sul, pois este vem perdendo participação com o passar do tempo, eu soube que em outrora ele já foi responsável por 60% da economia nacional, hoje mal e mal responde por 30%, ou seja, vem caindo, enquanto outros estados têm ascendido consideravelmente, ainda, muitas indústrias estão rumando para o Nordeste, logo, olhando por este prisma, São Paulo como nação teria um futuro duvidoso.
    De outro ângulo, deduz-se que SP perderia bastante se acaso se 'solta-se" de Brasília, pois querendo ou não é o centro financeiro do país, com a separação, muitas grandes empresas simplesmente se mudariam para outro ente federativo e SP dependeria quase que exclusivamente da agricultura, tendo que importar quase tudo.
    Por este ponto, seria mais vantajoso uma separação do RS ou do Sul Brasileiro do que de São Paulo, pelas razões expostas.
    Para findar, a cultura de SP não se diferencia muito da cultura do Brasil: tráfego intenso e congestionante (não venham dizer que é por causa da grande população: há cidades ainda mais populosas pelo mundo cujo trânsito flui quase como em pequenas cidades), além dos problemas de civilidade (lixo nas ruas, falta de respeito com os pedestres e ciclistas, pichações) e socieconômicos (favelas, indigência, pontos de drogas), ou seja, de alguma maneira essa nova nação não seria tão diferente do Brasil que conhecemos.
    Obviamente são apenas meras projeções, o estado também poderia se dar bem com a separação tanto economica quanto socialmente em poucas décadas, mas, por outro lado, tanto o Brasil quanto SP perderiam muito com a divisão.
    Agora, nos resta aguardar com paciência para ver o que os céus tem nos preparado.

    ResponderExcluir
  16. deixa são paulo se separar. quem se acha melhor que os outros é melhor deixar ir .se acham melhor que os outros e só pensam em dinheiro , acham que ninguém trabalha a não ser eles. se esqueçem que para terem esse pib precisam vender para outros estados , já consumi muito produto feito em são paulo . parte da população é metida e pobre de espírito. moro no rio e aqui não é nenhuma maravilha não álias uma porcaria parte do povo sem educação e disciplina.. acredito que que somente algunas cidades do sul são boas para se viver e talvez algumas cidades sui e ali de outros estados desse país horroroso de ladrões.

    ResponderExcluir
  17. Bando de bestas morrendo de medo de Sao Paulo se separar....se a independencia paulista fosse hoje muotas empresas estrangeiras apostaria neste novo pais...Temos otimas rodovias ferrovias portos e aeroportos otimas universidades...temos ate um acelerador de particulas aqui.........e me digam o que o resto do pais tem????Chega de Sao Paulo sustentar os outros estados parasitas que devem estar falando agora.....Se louco deixa Sao Paulo se separar nao!!!quem vai pagar nosso bolsa familia???
    Sou a Favor de uma nacao paulista sou a favor da paulistude ta na hora de Sao Paulo tomar outro rumo....a criação da Patria Paulista

    ResponderExcluir
  18. Primeiro mundo são Paulo talvez não seria, mas mais ricos que o Estado de SP, com certeza seria, e teria boa qualidade de vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao contrário, um dos estados mais desiguais do pais, e com o empobrecimento decorrente da separação, sofreria uma rápida perda de cérebros e seria superado rapidamente não s´´o pelos vizinhos como pelo Nordeste que os pseudo-paulistas tanto criticam...

      Excluir
  19. Sempre o mesmo papo que o nordestino construiu,ganharam pra isso e morreriam de fome no nordeste ,e o custo social dessa migração? tenho amigos nordestinos ,mas não suporto quem fala mal daqui,o empregador que paga pouco agradece a vinda de vocês.

    ResponderExcluir